quarta-feira, 25 de outubro de 2017

18 deputados paranaenses votam pela absolvição de Temer

No dia 25 de outubro mais uma vez a Câmara dos Deputados julgou e inocentou o golpista Michel Temer. Desta vez ele foi acusado, junto com os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco,  de obstrução da justiça e participação em organização criminosa. O que era absolutamente inédito, a acusação a um presidente, já está virando rotina. A maioria dos deputados do Paraná votaram para que o julgamento não tivesse continuidade. Consideram assim que o presidente é absolutamente inocente. E são reincidentes. Apenas dois ausentes na votação anterior, agora se posicionaram ao lado do golpista.
Temer e o seu ministro Eliseu Padilha.


Que a lista fique para a posteridade e, especialmente, para as eleições do ano que vem. Dizem as pesquisas que eles não se reelegerão. Tenho as minhas dúvidas.

18 Votaram com o presidente:

Alex Canziani (PTB)
Alfredo kaefer (PSL)
Dilceu Sperafico (PP)
 Edmar Arruda (PSD)
 Evandro Roman (PSD)
 Giacobo (PR)
 Hermes Parcianello (PMDB)
 João Arruda (PMDB)
 Luiz Carlos Hauly (PSDB)
 Luiz Nishimori (PR)
 Nelson Meurer (PP)
 Nelson Padovani (PSDB)
 Osmar Bertoldi (DEM)
 Osmar Serraglio (PMDB)
 Reinhold Stephanes (PSD)
 Sérgio Souza (PMDB)
 Takayama (PSC)
 Toninho Wandscheer (Pros).

12 votaram contra o presidente:


Aliel Machado (Rede)
 Assis do Couto (PDT)
 Christiane Yared (PR),
Diego Garcia (PHS)
 Ênio Verri (PT)
 Francischini (SD)
 Leandre (PV)
Leopoldo Meyer (PSB)
Luciano Ducci (PSB)
 Rubens Bueno (PPS)
 Sandro Alex (PSD)
 Zeca Dirceu (PT).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Depois de moderado ele será liberado.