quarta-feira, 6 de março de 2019

História para ninar gente grande. Mangueira 2019.

2019 não é um ano qualquer na história deste país.  Nunca tivemos um presidente tão sem qualidades como o temos hoje. E ressalte-se, eleito pelo povo, sob a condição de mito. Isso é muito triste e que nos trará consequências extremamente funestas. Felizmente existe uma reação. Uma destas reações veio da Avenida, no desfile das escolas de samba. A Estação Primeira de Mangueira nos trouxe uma das maiores aulas de História do Brasil, com o samba História para ninar gente grande.
Uma imagem para a história.

Como o samba fala por si só, ele não preciso de comentários. Com a finalidade de deixá-lo bem à mostra, o deixo neste local permanente de acesso, para que ele seja muito utilizado em salas de aula. O samba deu lugar a personagens invisíveis de nossa história e retirou dos quadros os personagens emoldurados. Particularmente me marcou muito a cena dos bandeirantes. Quem idolatra bandeirante..., o que se pode esperar. Também gostei da substituição do lema positivista pelo índios, negros e pobres, na nossa bandeira. O que um governo sob o lema positivista pode gerar, já o vimos no governo do golpista Michel Temer com o congelamento dos gastos públicos.
Deixo primeiramente a letra do samba. Magnífica letra. Cada tema abordado merece uma pesquisa a parte. A isto é que se chama de formação permanente com a utilização dos mais diferentes meios e fora da história oficial. Segue a letra:   :https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/carnaval/2019/noticia/2019/01/19/mangueira-veja-a-letra-do-samba-enredo-do-carnaval-2019-no-rj.ghtml

Para adquirir a beleza necessária, segue também a música, numa bela interpretação. Lamentavelmente o tempo foi responsável para que não tivéssemos este samba na voz do Jamelão. Mas dá para ouvi-lo, com a sua voz, na esfera do imaginário.:https://www.letras.mus.br/sambas/mangueira-2019/

E, finalmente, esta monumental aula, Aula Magna, ganha vida, a vida da Avenida. Com todos os recursos de voz, de imagem, de som, do visual, do drama, da representação, seguem 60 minutos de uma grandeza profunda. Abram alas para o espetáculo: https://www.youtube.com/watch?v=S_O54zSrRyE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Depois de moderado ele será liberado.