domingo, 14 de fevereiro de 2016

Missões Jesuíticas no Paraguai. Trinidad e Jesus de Tavarangüe

Este post tem um objetivo específico. Situar as missões ou reduções jesuíticas no Paraguai e, se possível, orientar outros turistas peregrinos em viagem para este projeto utópico, um dos maiores de toda a história da humanidade. Não quero estabelecer juízos de valor, embora tenha crescido a minha admiração pelos jesuítas e ter reformulado o meu conceito a respeito da grandeza dos índios guaranis. Eles formavam uma grande e bela civilização.
A enorme igreja da redução de Trinidad.

No livro O Trabalho Guarani Missioneiro no Rio da Prata Colonial - 1640-1750, de Eduardo Neumann, encontramos o significado da palavra redução: "A palavra redução cujos significados mais frequentes - reduzir, diminuir - ou ainda no sentido missionário de reconduzir a um local era facilmente compreendida de modo pejorativo. Sem dúvida o princípio geral da redução foi o de congregar em povoados várias parcialidades indígenas. A redução foi a maneira (método) de empreender a Missão; em suma 'Missão por redução' que é o projeto global de catequização espanhola".

Assim houve trinta reduções jesuíticas em terras espanholas, das quais oito se situaram no atual território do Paraguai, quinze na Argentina e sete no Rio Grande do Sul. O território 'reduzido' se situava  nas regiões banhadas pelos rios Paraná e Uruguai. Elas surgiram, além do projeto da conquista espiritual, como um ato de defesa dos índios guaranis por parte dos jesuítas, contra o aprisionamento e a escravização empreendida pelos bandeirantes. Algumas datas ajudam a nos situar no tempo. A primeira década do século XVII teria marcado o seu início. Já a data do Tratado de Madri (1750) marca o início do declínio. Algumas datas relativas aos jesuítas também são interessantes. A Companhia de Jesus foi fundada em 1540. A expulsão dos territórios portugueses ocorreu em 1759 e dos espanhois em 1767. Em 1773 a ordem foi extinta e restaurada em 1814. Quanto a números, estes variavam entre três e oito mil índios reduzidos. Um dado interessante nos foi dado pelo guia argentino em San Ignacio Miní. Nesta época Buenos Aires contava com algo em torno de cinco mil habitantes.
As belas colunas romanas na missão de Trinidad.

Entre as oito reduções paraguaias, três são regularmente visitadas. As de Trinidad e de Jesus de Tavarangüe são Patrimônio da Humanidade e se situam a uns trinta quilômetros da cidade de Encarnación. Na de San Cosme Y San Damian existe um observatório astronômico, que tem origem naquele que foi o maior centro astronômico da América do Sul e que conserva até hoje um relógio solar da época. Por ficar mais distante de Encarnación (70 quilômetros) é menos visitada. Não é Patrimônio da Humanidade por ter sofrido modernizações. 

A melhor visita que fizemos foi a da santíssima Trindade. Na recepção, além da venda do ingresso (que serve paras as três reduções) existe uma sala, onde é passado um vídeo, uma pequena exposição com dados referenciais, para então começar a visita. Creio que quem quer ter uma noção geral de como era o projeto, este é o local ideal, o mais perfeito. "Trinidad conta com uma imponente praça, uma grande igreja maior, o colégio, as oficinas, as casas dos indígenas, o cemitério, a horta e um museu", diz o folheto "Roteiro jesuítico", distribuído na entrada. É a melhor conservada, quanto ao seu todo. Existem guias à disposição, com preço de acordo com a tua generosidade e avaliação. A nossa guia foi a Romina, uma descendente dos guaranis.
Adilson, a guia Romina e o corintiano Valdemar, já nas informações finais.

Romina é uma apaixonada pela causa. O seu encanto pelos jesuítas só não é maior em função de seu vínculo com o povo guarani. Em compensação, ela meio que tremia e alterava a voz quando o assunto eram os bandeirantes. Ela nos forneceu dados interessantíssimos. Em torno de 14.000 padres se inscreveram para o projeto das missões. 81 foram os escolhidos para realizar a tarefa. Alguns tinham até cinco títulos acadêmicos. A autonomia dos indígenas era quase total. Apenas três brancos permaneciam na redução, com ausências constantes, em função de viagens. Caciques e pajés tomavam conta. A economia era auto suficiente e geravam grandes riquezas excedentes para pagar o Império espanhol, a Companhia de Jesus e a igreja de Roma e, ainda, para as grandes construções, projetadas por renomados arquitetos europeus. Erva mate e gado eram as riquezas maiores.

Os guaranis eram extremamente habilidosos na aprendizagem dos vários ofícios e eram dotados de grande musicalidade. Eram extremamente devotados à comunidade e os espaços reservados para prisões eram de dimensões muito pequenas. Romina se encantava quando falava do encontro das culturas. É um dos poucos exemplos em que houve incorporação e metabolização de culturas. Embora os princípios religiosos estivessem acima de tudo, não houve o espírito de destruição. O outro - era tido em conta e era ouvido. Assim, as duas culturas se enriqueceram. Romina também se emocionou quando falou do quarto voto dos jesuítas. Os três tradicionais, de castidade, pobreza e obediência e o quarto, que era o da obediência, de novo, mas com uma significação reforçada pelo compromisso de pertencimento ao grupo.
Na entrada de Trinidad, um café turístico que vale uma visita.

Voltamos ao local à noite para o espetáculo de som e de luzes. Música barroca e um projeto altamente profissional de iluminação. Um local  de profunda religiosidade e de perfeito transcender (ascender - se elevar através). Enquanto esperávamos o início do espetáculo fizemos um lanche, num pequeno café turístico, na entrada do parque. A qualidade da recepção, marcada pela refinada educação de sua sócia gerente, Marizza e de sua jovem filha, linda flor em botão, foram a maior unanimidade entre nós três, Valdemar, Adilson e eu, ao longo de toda a viagem. Evidentemente que isto é uma recomendação. Ali são servidos, inclusive, pratos típicos da cozinha paraguaia.
Na redução de Jesus de Tavarangüe, a influência árabe na arquitetura.

Jesus de Tavarangüe foi a última das reduções a ser povoada e, por isso mesmo, ficou inconclusa. Hoje existe apenas a igreja e o colégio. O estilo arquitetônico já é bem diferente do de Trinidad, onde prevalece o românico. Aqui já se nota uma profunda influência árabe. É uma das maiores igrejas de todas as reduções. A palavra Tavarangüe indica para a cidade do futuro. Uma palavra final sobre a decadência do projeto missioneiro. Com a expulsão dos jesuítas do império espanhol em 1767, os indígenas, ao não aceitarem as imposições dos dominicanos e franciscanos, preferiram a dispersão ao aldeamento. Questões de altivez e de insubordinação. Este foi mais um dia de raros privilégios. Quanta riqueza histórica e cultural.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Depois de moderado ele será liberado.